POLÍTICA DE PRIVACIDADE E COOKIES

Utilizamos alguns recursos para entender o que nossos clientes tem interesse e melhorar sua experiência. Ao continuar navegando, você concorda com nossa Política de Privacidade.

Entendi
Influência Jovem -
O conservador vive a sua vida, cuida da sua família e das suas coisas.
Quando o fogo começa a queimar livros e a derrubar estátuas, ele se levanta e protege a sua comunidade: AQUI NÃO!

Onde estavam os conservadores quando o Chile caiu? Quando a Austrália ficou de joelhos? Quando a Califórnia virou um inferno? Onde?... por que ninguém foi impedir a derrocada canadense, lhes defender?

Como bem completou Marcio Scansani, da editora Armada: quando as forças das trevas deram o bote nestes países, quando mostraram a que vieram, já estavam completamente assentados no poder, infiltrados nas máquinas culturais e de boa parte dos governos, viraram -sistema-. As pessoas de bem se limitaram a trabalhar e tentar evitar qualquer acusação de não serem suficientemente “fofas”.
Desta forma, preocupadas apenas com o próprio sustento ou com o próximo vício, perderem a sua liberdade, inculcados por culpas as quais não têm: a próxima celeuma, uma novilíngua... entregaram tudo para poder comprar uma consciência livre e voltar a seus afazeres e telas digitais sossegados.

Diferentemente ao acontecido no Brasil, não houve ali fatores que os precavessem da "agressão molecular" de Gramsci.
Cito dois principais: a existência de um pináculo de sustentação como o professor Olavo de Carvalho e um evento atípico de âmbito nacional como as Jornadas de Julho (2013). Esta conjunção foi  como um turbilhão que removeu o substrato lodoso onde os valores conservadores estavam sedimentados, escondidos por todo este tempo e, de relegados, foram subitamente alçados aos holofotes da mesa de bar do cidadão comum. 
Desta forma, pontual e incomum, a sociedade brasileira foi imunizada contra a ladainha progressista que confunde prosperidade com segurança e que substitui o que é perene pela moda do momento. Na larga avenida de novos (velhos) autores lembramos que, sem o trabalho da alma, a virtude vira uma commoditie que se compra na prateleira do mercado. 
O brasileiro começou a questionar quem achava que o mundo lhes devia algo apenas por adotar um rótulo bonito (progressistas) e abraçar uma árvore (para exibir virtude). Quem vende o óbvio que todos defendem como monopólios seus não esperava mais do que vítimas educadas mas acabaram levando um belo de um chute nos fundilhos.
Escapamos, por hora. 
O Ocidente luta contra um globalismo que quer decidir como você deve pensar, como deve se comportar, como deve falar, o que ler e o que ser; que precisa da liberdade de expressão criminalizada, extinta, defenestrada. Não fosse por estes dois fatores pontuais, poderíamos estar neste “bonde do Avento”, ladeira abaixo: reescrevendo a história (derrubando estátuas), censurando o povo (checadores de fatos dizendo o que deve ser real ou não) e apagando a nossa memória (queimando gibis da Turma da Mônica).
O tema nunca é o tema.

Nunca foi pela liberdade.
Esses verdadeiros "regressistas" são apenas os fascistas que tanto dizem perseguir.




Quer receber este conteúdo com dicas de leitura mensalmente na sua caixa de e-mails?
Cadastre-se AQUI

 

Deixe seu comentário

Tags

BLOG RELACIONADAS

Gostou do que viu aqui? Então com certeza você também vai gostar de nossas outras matérias (difícil vai ser você escolher qual a sua preferida depois, mas ok, você que lute). Clica aqui e confere, vale a pena!

Influência Jovem - ​Feliz dia dos Professores! (Atrasado mesmo)

​Feliz dia dos Professores! (Atrasado mesmo)

Outubro de 2021

Influência Jovem - São Jerônimo

São Jerônimo

Outubro de 2021

Influência Jovem - CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER:CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER: