POLÍTICA DE PRIVACIDADE E COOKIES

Utilizamos alguns recursos para entender o que nossos clientes tem interesse e melhorar sua experiência. Ao continuar navegando, você concorda com nossa Política de Privacidade.

Entendi
Deixa-me dizer algo: uma das coisas que mais dificultam exercitar o amor e viver relacionamentos, é o nosso senso de Justiça.

Tiago 4:11,12: Irmãos, não faleis mal uns dos outros. Quem fala mal de um irmão, e julga a seu irmão, fala mal da lei, e julga a lei; e, se tu julgas a lei, já não és observador da lei, mas juiz. Há só um legislador que pode salvar e destruir. Tu, porém, quem és, que julgas a outrem?

Mateus 07:01 a 05Não julguem para que vocês não sejam julgados. Pois da mesma forma que julgarem, vocês serão julgados; e à medida que usarem também será usada para medir vocês. Por quê você repara no cisco que está no olho do seu irmão, e não se dá conta da viga que está em seu próprio olho? Como você pode dizer ao seu irmão: “deixe-me tirar o cisco do seu olho”, quando há uma viga no seu? Hipócrita, tire primeiro a viga do seu olho, e então você verá claramente para tirar o cisco do olho do seu irmão.

– Como agir com amor e verdade sem atitude condenatória?

Não se trata de justificar o pecado, ou ser conivente com o pecado. Não é um acordo onde eu não digo nada sobre a sua vida e você não diz nada sobre a minha.

Julgar é o juízo que fazemos dos pensamentos e das motivações das pessoas.

Geralmente somos atraídos pela necessidade de tirarmos conclusões a respeito de uma situação e emitirmos juízo de valor sobre a motivação por trás de uma atitude ou situação.
Ao invés de julgar as pessoas na sua mente, escolha amá-las com suas palavras e atos.

Romanos 12:9 – Não finjam apenas amar os outros, amem realmente...

1 Samuel 16:07 – O Senhor não vê como o homem; o homem vê a aparência, mas o Senhor vê o coração.

Não se esconda! É libertador viver abertamente diante daquele que mais te ama, por meio de quem podemos ter uma vida de significado e com quem passaremos a eternidade.
Influência Jovem -
Não é suficiente somente perceber a viga no seu olho, você precisa fazer algo para tirá-la!

Você escolhe a integridade quando vê uma falha em outra pessoa e imediatamente olha para você mesmo para ver se há sinais dessa mesma falha em você.

Salmos 139:23,24: Sonda-me, ó Deus, e conhece o meu coração; prova-me, e conhece as minhas inquietações. Vê se em minha conduta algo que te ofende, e dirige-me pelo caminho eterno.
Se você conseguir tirar a viga do seu olho é porque a misericórdia de Deus, manifesta em Jesus, te alcançou.

Sendo assim, a alternativa para a atitude julgadora não é a tolerância as faltas das pessoas, mas é mostrar que Jesus perdoou todas as nossas faltas.
Não vemos ninguém fora do círculo da graça de Deus; nem além dos limites do nosso perdão, nem fora dos limites do nosso amor.

Ser perdoador, ser amável, ser misericordioso são atitudes e reações apropriadas daqueles que receberam o perdão, o amor e a misericórdia de Deus.

Quanto melhor compreender a misericórdia que Deus lhe deu tanto mais misericordioso será para com as pessoas.

A graça e a misericórdia de Deus são favores imerecidos.

Só Deus é Juiz.

Para ter relacionamentos saudáveis, teremos que confiar no Juízo de Deus.

Você tem sido misericordioso ou tem sido julgador?


 

Deixe seu comentário

Tags

BLOG RELACIONADAS

Gostou do que viu aqui? Então com certeza você também vai gostar de nossas outras matérias (difícil vai ser você escolher qual a sua preferida depois, mas ok, você que lute). Clica aqui e confere, vale a pena!

Influência Jovem - Cinco anos sem Fidel Castro

Cinco anos sem Fidel Castro

Novembro de 2021

Influência Jovem - Kyle Rittenhouse e  a sensação de que ainda há justiça!

Kyle Rittenhouse e a sensação de que ainda há justiça!

Novembro de 2021

Influência Jovem - CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER:CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER: