POLÍTICA DE PRIVACIDADE E COOKIES

Utilizamos alguns recursos para entender o que nossos clientes tem interesse e melhorar sua experiência. Ao continuar navegando, você concorda com nossa Política de Privacidade.

Entendi
Influência Jovem -
(Eduardo Vieira - 31/out/2021)

Neste episódio de perseguição ideológica contra o jogador de vôlei eu fiquei bastante impressionado com as reações e atitudes da nossa direita. Vou então aqui separar as coisas e atribuir os devidos pesos da forma que acho razoável.


O objetivo final da perseguição do politicamente correto é a dissolução do tecido social para implantação da "revolução", seja sob que denominação. No nível intermediário essa perseguição gera dois resultados principais: primeiro, a disseminação do ódio na sociedade fazendo com que as "tribos" se agridam e se ofendam interminavelmente. Portanto, quando se comemora a fagocitação de algum elemento de esquerda por esse processo está-se analisando a realidade da forma errada. O fogo no parquinho atende perfeitamente aos ideólogos dessa estrovenga e eles não se preocupam nem um pouco com baixas dentro de seus grupos. Aliás, dançam alegremente sobre os cadáveres de seus caídos, como já testemunhamos tantas vezes. 


Em segundo lugar temos a dificultação do pensamento, seja por conta da corrupção vocabular, seja por conta dos estímulos lógicos contraditórios. Após seguir uma linha para um lado e se ver tendo que seguir outra linha para o lado oposto a maioria das pessoas pára de pensar e passa a acompanhar um líder sem questionar. Não é que o indivíduo comum não consiga entender a lógica dessas inconsistências. É que tal lógica não existe. O que falta ao indivíduo despreparado para esse confronto de idéias é justamente detectar essa mentira e mudar de hábitos e rodas totalmente.


No caso do jogador, vamos analisar o que é fato até agora:
  1. Perdeu o emprego;
  2. Perdeu o lugar na seleção brasileira;
  3. Ganhou 2 milhões de seguidores nas redes;

O aspecto positivo dessa realidade é a demonstração clara de que o povo brasileiro é mesmo conservador e que não tolera a malícia regressista. E estamos cada vez mais capazes na identificação disso. Ótima notícia, ótima demonstração. Mas para o jogador só haverá parte boa se ele recuperar o emprego. Lembrem-se de que ele joga vôlei, não é um pensador de direita nem um notório analista político. Ser forçado a atuar numa área sem a devida preparação pode parecer bom no início mas é muito arriscado no médio prazo.


O aspecto negativo é que no mundo real a bandidagem segue agindo com total prevalência. Fiat e Gerdau, as principais responsáveis pela perseguição, vão enfrentar alguns dias de queda em suas redes. Mas duvido que enfrentem queda em suas vendas. Duvido mesmo.


Se o tropeço em suas redes será suficiente para fazer algumas lideranças mudarem de idéia é algo que só podemos imaginar. Eu diria que não. No máximo vão dar alguma declaração apaziguadora mas os diretores lacradores seguirão em seus cargos, lacrando. É muito difícil vermos um CEO reconhecendo valor em demonstrações populares. Esses caras atuam em outras esferas, literalmente.


Mas o pior de tudo isso é vermos a direita alegremente tomando as armas da esquerda para mostrar o conceito mais idiota de todo o século XXI:

"Pau que bate em Chico bate em Francisco"


Isso é tão verdadeiro quanto uma nota de R$ 3,00. A pseudo-perseguição ao tal Andrioli, ou seja lá que nome tenha, só vai servir para ratificar a legalidade do processo persecutório. O próprio sujeito vai rir, provavelmente, e vai sair ileso. Mas mesmo que seja devorado pelas piranhas psolistas o resultado não será o fim das perseguições. Pelo contrário, essas serão vistas por alguns de direita como mecanismo válido a ser usado e não confrontado.


E a cizânia vai se instalando, cada vez mais entranhada, na nossa sofrida sociedade.

Deixe seu comentário

Tags

BLOG RELACIONADAS

Gostou do que viu aqui? Então com certeza você também vai gostar de nossas outras matérias (difícil vai ser você escolher qual a sua preferida depois, mas ok, você que lute). Clica aqui e confere, vale a pena!

Influência Jovem - Cinco anos sem Fidel Castro

Cinco anos sem Fidel Castro

Novembro de 2021

Influência Jovem - Kyle Rittenhouse e  a sensação de que ainda há justiça!

Kyle Rittenhouse e a sensação de que ainda há justiça!

Novembro de 2021

Influência Jovem - CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER:CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER: