POLÍTICA DE PRIVACIDADE E COOKIES

Utilizamos alguns recursos para entender o que nossos clientes tem interesse e melhorar sua experiência. Ao continuar navegando, você concorda com nossa Política de Privacidade.

Entendi
Influência Jovem -

O tema que mais precisa ser debatido quando se fala de arte é a sua função. Escrevo muito sobre os bastidores do mundo da arte para mostrar que os especialistas cometem erros absurdos, e a melhor maneira de saber como se faz algo, quando não temos nenhum referencial, é saber o que não devemos fazer.    

 

Antes de falar para quê serve a arte é preciso definir o que ela é. Não parece, mas é uma questão onde a confusão nos termos é uma unanimidade. Em geral os artistas respondem sobre o uso da arte e não o que ela é  antes de qualquer coisa. De forma bem simplificada e para que ninguém tropece em algum malabarismo conceitual, podemos dizer que arte é transformar os sentimentos humanos em imagens, já que não conseguimos traduzir com palavras na vida real. Uma cena de filme e uma pintura conseguem demonstrar de forma múltipla e instantânea o significado de um simples pensamento, já que possuem infinitos recursos visuais e sensoriais, diferente de um livro, que depende mais da capacidade do leitor de interpretar o texto para captar a mensagem.  

 

Sua existência pode ser justificada tendo em vista que uma elaboração verbal não tem  o peso de um objeto vivo e palpável, o que está no mundo das ideias precisa de um representante aqui conosco. Pegar experiências humanas atemporais e traduzir em linguagens estáveis, cristalizadas e reconhecíveis, esse é o segredo do sucesso.

 

O conceito de arte mudou ao longo do tempo, mas a dificuldade de definir o que é não impede de desfrutá-la. Quando se trata de ativar gatilhos mentais, não importa se você entende de estética, mitologia ou química, o mais desinformado do assunto consegue reconhecer a beleza de uma obra, mesmo que ele não seja fã da maneira como o autor se expressou. A obra, uma coisa feita a partir do material bruto, é trabalho de confecção, o objeto ganha uma metafísica e se livra do mundo material. A experiência artística não termina no visual, você sempre chegará a um lugar, mesmo que veja a mesma figura, diferente de um objeto comum do seu cotidiano que tem sua função única e prática. A palavra impregnada não interessa, mas o que captura de diferente nela. 

 

Já foi objeto de culto, de apreciação estética, de propagação de ideais e hoje vigora na militância velada. Independente de como é empregada, toda obra que tem qualidade e respeito do público ganha consistência e independe de você gostar ou não, exigiu cumprir alguns requisitos para ser aceita em um grupo. 

 

Como as novas gerações não são capazes de penetrar no gosto do homem comum, acabam manipulando o pensamento das pessoas através da linguagem, e lá no futuro a pessoa que não queria nem saber dos artistas ruins começa a adequar seu gosto conforme as novas tendências. A palavra é volátil e pode alterar o resultado do raciocínio que você está tentando criar. Há cinco anos atrás ninguém era comparado com pessoas que negaram o holocausto só por causa de sua opinião, nem mesmo era chamado de infiltrado porque fez uma crítica construtiva. Ninguém tem coragem de chegar a um artista e dizer que sua obra é uma porcaria, o ambiente do atelier aprisiona as pessoas de uma forma que ela mesma se autocensura. No lugar onde a liberdade deveria ser uma obrigação, dizer o que pensa pode te levar ao fundo do poço.  

 

Não precisamos ir muito longe para saber a raiz do problema. Sua origem é antiga e hoje se concentra principalmente na formação de professores de artes. Quem entra no curso de licenciatura aprende que seu conhecimento não é maior do que o do seu aluno, pelo contrário, os dois  caminham de mãos dadas em busca do saber ideal. Suas aulas servem para instigar o “olhar crítico”, que na prática acaba transformando crianças do ensino fundamental e médio em cientistas políticos, geólogos, sexólogos, economistas e comentaristas de reality show ao mesmo tempo. Tudo é feito a partir do que o aluno gosta, os temas, as atividades, sua nota  é dada através da autoavaliação e as greves são organizadas pelo grêmio estudantil. Não treinam o olhar para a análise de imagens, não aprendem a usar o corpo para expressar emoções, não têm afeto, não têm indivíduos, só os grupos onde você deve ser encaixado de acordo com seu comportamento. Saímos com um diploma de professor mas não sabemos ensinar, a única coisa que somos especializados é assistir aulas. Um fator importante para a mudança de perspectiva é que nos foi dito que a partir da invenção da fotografia a arte perdeu sua função. Em geral os professores universitários tendem a concordar com isso e acabam incentivando a transformar a arte num debate entre surdos-mudos e cegos. A arte é antes de qualquer coisa feita para construir uma imagem e alimentar o imaginário.


O que é arte hoje? Qual sua função? É qualquer coisa que você chame de arte

 

Na arte conceitual a ideia é mais importante que a obra, e como tudo o que passa pelo campo da cultura está ligado diretamente a quem escreve sobre ela, todo aquele que vise “desconstruir” o mundo acaba contribuindo para disseminar as diretrizes da utopia. Mesmo sem saber e sem querer se meter no assunto, o artista contemporâneo é um office boy de ideologias.  

 

O texto de hoje foi escrito para quem está fora de todo esse balaio de gato, a quem se interessar em produzir arte sem o pedágio obrigatório, e o que me motivou é um sinal de alerta que fica ligado quando vejo os Web Templários se meterem no assunto. A possibilidade deles transformarem a arte num realismo soviético às avessas é grande, tendo em vista que até hoje não aprenderam a tirar a cultura da política do dia-a-dia. Quem quiser se aventurar nesse mundo tem que entender que  a arte é uma necessidade humana que vai além dos interesses pessoais, das pretensões profissionais e aspirações políticas. Assim como o pessoal do mundo gospel, com eles, a arte poderá inaugurar mais um gueto cultural.

Deixe seu comentário

Tags

BLOG RELACIONADAS

Gostou do que viu aqui? Então com certeza você também vai gostar de nossas outras matérias (difícil vai ser você escolher qual a sua preferida depois, mas ok, você que lute). Clica aqui e confere, vale a pena!

Influência Jovem - ​Feliz dia dos Professores! (Atrasado mesmo)

​Feliz dia dos Professores! (Atrasado mesmo)

Outubro de 2021

Influência Jovem - São Jerônimo

São Jerônimo

Outubro de 2021

Influência Jovem - CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER:CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER: